Ronaldo Caiado participa de reunião para entrega de relatório do convênio para gestão e operacionalização dos Cotecs

Ronaldo Caiado participa de reunião para entrega de relatório do convênio para gestão e operacionalização dos Cotecs

“A importância estratégica deste projeto que tem um alcance enorme no estado é gigantesca. Agora nós temos que avançar!”, afirmou Angelita Lima, reitora da UFG, durante o evento.

Na manhã desta quinta-feira (24), a Universidade Federal de Goiás (UFG), por meio do Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia (CETT/UFG) e da Fundação Rádio e Televisão Educativa e Cultural (Fundação RTVE), apresentou um relatório detalhando as ações, aquisições e resultados do primeiro ano de convênio firmado entre a universidade e o governo de Goiás para  a administração e operacionalização dos Colégios Tecnológicos do Estado de Goiás (Cotecs). A reunião foi realizada no Salão Verde do Palácio das Esmeraldas, na Praça Cívica, região central de Goiânia.

O governador reeleito, Ronaldo Caiado, foi o responsável por receber o relatório. Também estiveram presentes, no evento, a reitora da UFG, Angelita Lima, o vice reitor da UFG, Jesiel Carvalho, o secretário da Secretaria da Retomada (SER), César Moura, a diretora da Fundação RTVE, Silvana Coleta, o secretário-geral da Governadoria, Adriano da Rocha Lima, o diretor geral do CETT/UFG, Moisés da Cunha, o diretor administrativo e financeiro do CETT/UFG, Jonathan Clímaco, a diretora de desenvolvimento e avaliação do CETT/UFG, Alethéia da Cruz e a diretora de artes e culturas, Flavia Maria Cruvinel do CETT/UFG.

A reunião teve início com uma fala de Ronaldo Caiado, que definiu a situação de desmonte na qual as unidades dos Cotecs se encontravam como desperdício do dinheiro público. “Não podemos mais abrir mão da qualidade do ensino e da qualidade do ambiente em que os nossos estudantes estão. Isso se trata de respeito e só foi possível diante de uma política de respeito ao dinheiro público e aos alunos. Não é que aplicamos mais dinheiro, há agora a aplicação correta do dinheiro” destacou o governador.

A reitora da UFG, Angelita Lima, ressaltou que o convênio ainda está em sua primeira fase e que este foi um momento de reestruturação e reformas, tanto de estrutura, quanto de pessoal e, ainda, de atitude. “Hoje fizemos um primeiro relatório, apresentando ao governo de Goiás o êxito dessa primeira fase. A UFG fez um diagnóstico correto e reduziu de 95% para 25% as taxas de evasão e a nossa expectativa é continuar diminuindo esses números. Um dos nossos objetivos é criar mais condições de permanência para os estudantes que se matricularem em um Cotec”, assegurou Angelita.

Em vídeo apresentado durante o encontro, a Fundação RTVE compartilhou alguns dos resultados alcançados no período entre agosto de 2021 e agosto de 2022. Foram 2 mil turmas abertas, 41 mil alunos inscritos e mais de 21 mil alunos certificados, ou seja, prontos para entrarem no mercado de trabalho.

A diretora da Fundação RTVE, Silvana Coleta, sublinhou o impacto positivo da união do Governo de Goiás, da Universidade Federal de Goiás (UFG) e da Fundação RTVE. “É um trabalho que muito me orgulha porque falamos de um dos maiores convênios que a UFG possui. Hoje, a fundação é responsável por toda a contratação de pessoal, compras, aquisição de equipamentos e pela entrega de todos os instrumentos que chegam para alimentar a qualidade do que é produzido, desenvolvido dentro dos Colégios Tecnológicos de Goiás”, expõe Silvana.

Além da apresentação do relatório detalhando as ações, aquisições e resultados do primeiro ano de convênio, o evento também contou com um momento para a entrega de 17 veículos que serão utilizados pelas equipes administrativas das unidades dos Cotecs para a realização de atividades administrativas e também pedagógicas.

Por fim, a reitora da UFG, Angelita Lima, aproveitou o evento para destacar que o trabalho ainda continuará, pois a geração de emprego e renda não se faz com mágica. “A importância estratégica deste projeto que tem um alcance enorme no estado é gigantesca. Agora nós temos que avançar porque temos a formação de jovens, a qualificação, geração de emprego e renda, desenvolvimento local, tudo isso vinculado ao projeto estruturante que é o Cotec”, resume Angelita.

Artigos Relacionados

 

ufg logo     ser logo

 

instagram footer logo facebook footer logo tiktok footer logo youtube footer logo

acesso